Tagged: neogeo

NGCast 5 – SNK

THE FUTURE IS NOW!!!

NGCAST 5 SNK

Depois da ausência do Diogo, o time esta completo para falarmos sobre uma das empresas que revolucionaram para um bate-papo sobre a SNK!!!

Nesse episódio conversamos sobre os altos e baixos dessa empresa que revolucionou os consoles e arcades!!

EQUIPE:

LINKS:

CONTATO:

Download do episódio 5 – SNK

Art of Fighting Banner

No jogo, a família Sakazaki passa por uma crise ao descobrirem que a irmã mais nova de Ryo Sakazaki, Yuri, fora raptada. Ryo conta com a ajuda de seu melhor amigo Robert Garcia, que também é seu rival dentro do tatame. Os dois passam a percorrer toda a cidade em busca de pistas, encontrando sujeitos pouco convencionais dentro de lugares estratégicos como o dojô de Todoh, a periferia (“Downtown”), o “Bar do Mack”, e até uma base militar.

Os encontros de Ryo e Robert com os homens que guardam esses lugares não são muito diplomáticos: a conversa logo vira provocação, e a briga se inicia. A missão do jogador portanto é descobrir o cativeiro onde Yuri está mantida refém, usando tudo o que sabe nas artes marciais.

 

 

No Brasil, Art of Fighting ficou muito mais conhecido na versão arcade, que era similar à versão caseira lançada para o console Neo Geo. Isso ocorreu devido ao elevado custo do console e do cartucho no país, pois o produto era importado, além de ser considerado luxuoso e muito sofisticado.

Outro modo de conhecer Art of Fighting era nas locadoras, que na época disponibilizavam o aluguel do console por hora dentro de suas dependências.

Art Of Fighting foi muito apreciado e jogado até, pelo menos, final de 1993.

No fliperama, em 1992, Art Of Fighting concorria diretamente com Street Fighter II, que fazia muito sucesso e era mais popular (versões Champion Edition e Hyper Fighting), e também com os jogos World Heroes (menos sofisticado), o foto- realístico Pit Fighter da Atari e a boa série Fatal Fury.

 

Mais tarde, já em 1993, Art Of Fighting ainda mantinha- se firme ao lado do novo Fatal Fury 2, do belíssimo Samurai Shodown (jogo) (lançado pela mesma SNK), do inovador Savage Reign, e do violento mas não menos popular Mortal Kombat. Em 1994, Art Of Fighting começa a ser deixado rapidamente de lado, pois chegam às salas de fliperama Samurai Shodown II, The King of Fighters ’94 e Art of Fighting 2.

Além disso, a concorrente Sega investe e lança jogos – não apenas jogos de luta – com apelo gráfico tridimensional, como Virtua Fighter, Daytona USA e Virtua Cop, que atraem multidões. Em 1995, com os sucessos da nova tecnologia em 3-D na forma de jogos como Tekken (Namco), Art Of Fighting foi rapidamente esquecido, ficando na memória de uma geração.
Assim, a série Art Of Fighting terminou definitivamente em 1996 com o lançamento de Art Of Fighting 3 – The Path Of The Warrior (conhecido no Japão com o título de 龍虎の拳外伝 = Ryuuko No Ken Gaiden). Para não decepcionar os fãs, alguns dos personagens foram revividos em outros mais bem sucedidos jogos de luta, como na série The King Of Fighters, também produzida pela SNK.

Aqui podemos ver uma luta sensacional entre Ryo contra Geeese Howard! Como assim?

Bom….pra lutar contra ele era necessário chegar ao fim de Art 2 sem perder rounds! Dificil até mesmo para os mais viciados!

AOF2 é um dos jogos mais dificeis do universo de se terminar!

 

Agora….esse comercial é meio tosquinho não?

 

 

Fonte: Wikipedia

Super Sidekicks 2

Todo mundo lembra de um jogo de futebol no fliper quando era garoto. Todo mundo se reunia em uma época em que pelo mundo o futebol não era algo tão popular, pelo menos no que se fala em matéria de video game.

A SNK já despontava com seus jogos de luta, e se destacava pelos gráficos imbatíveis para a época. E heis que de repente lançam  um jogo que a animação e empolgação das músicas se tornariam contagiantes e marcantes. No Neogeo surgia o clássico, Super Sidekicks 2!!!

O jogo já começava com algo que jogos da época não tinham: emoção!ssideki2goal

A torcida gritando, a música para escolher o time empolgante, a gritaria e alegria da torcida e da música ao fazer um gol! Tudo chamava a atenção em cada momento do jogo!

Era incrível as faltas, a barreira, os dribles no goleiro…

Enfim. Super Sidekicks 2 e seu antecessor (que não teve tanto destaque) foram praticamente os precursores do jogos de futebol que viriam em diante. A narração, apesar de ser pouco presente, já ditava o que viria pela frente com grandes clássicos de hoje como Fifa e Pro Evolution Soccer.

ComemorandoA única coisa que tenho a reclamar era de jogar com o Time do Brasil e encaram a Arabia Saudita na grande final!

Sem lógica alguma!

 

 

 

 

Emulação de jogos está em alta e é bom relembrar os bons tempos em que o passado pode ser imortalizado.

 

Aqui segue umas dicas que pesquei e que são a nata da emulação que tem por aí!

 

#ficaadica!

Atari 2600

Vamos começar com o Atari 2600, que foi lançado em 1977 e foi pioneiro em utilizar cartuchos para armazenar seus jogos. Quem não se lembra do Pac-Man, Enduro, Pitfall ou do River Raid? O Stella, devido a uma grande compatibilidade com os jogos do Atari, é um excelente emulador para quem quer matar a saudades desses clássicos.

Enduro Pac Man
Pitfall River Raid
  • Console: Atari 2600 (também conhecido como Atari VCS)
  • Lançamento: Outubro de 1977
  • Unidades vendidas: + 30 milhões
  • Jogos marcantes: Pac Man, Pitfall, River Raid e Enduro

Nintendinho

Em 1983, o Nintendo Entertainment System (NES ou Nintendinho, como é chamado aqui no Brasil) causou um tumulto com seus jogos viciantes e títulos famosos, que deram início a diversas séries de renome – como a série Metal Gear, The Legend of Zelda, Mario Bros ou Final Fantasy. Um bom emulador para o NES é o Nestopia, por ter um bom desempenho.

Metal Gear Final Fantasy
Mario Bros Zelda
  • Console: NES (também conhecido como Famicom)
  • Lançamento: Julho de 1983
  • Unidades vendidas: + de 62 milhões
  • Jogos marcantes: Metal Gear, The Legend of Zelda, Final Fantasy e Mario Bros
  • Emulador: Nestopia

Master System

A Sega, em 1985, tentou lançar seu console para competir diretamente com o NES da Nintendo; só que o Master System acabou não fazendo o mesmo sucesso no resto do mundo, na mesma forma que fez aqui no Brasil, chegando até a receber títulos 100% nacionais como os jogos da Turma da Mônica. Para voltar aos tempos do velho Master System, oMeka é o emulador recomendado. É em português.

Alex Kidd Castle of Illusion
OutRun Sonic
  • Console: Master System (também conhecido como Sega Mark III)
  • Lançamento: Outubro de 1985
  • Unidades vendidas: + de 13 milhões
  • Jogos marcantes: Alex Kidd in Miracle World, Sonic, Castle of Illusion e Out Run
  • Emulador: Meka

 

MegaDrive

Em 1988, tentando recuperar o tempo perdido, a Sega lança o MegaDrive, que inaugura a era dos games de 16 bits. Os gráficos melhorados ajudaram a popularizar o Sonic, o mascote da Sega e diversos outros jogos, como a série Streets of Rage e o imortal Golden Axe. O Kega Fusion Ouro é uma ótima alternativa para emular o MegaDrive, não necessitando alterar a resolução de sua tela e por rodar jogos de diversos outros consoles da Sega (como o Master System, o Game Gear, o X32 e o Sega CD).

Golden Axe Ecco The Dolphin
  • Console: MegaDrive (também conhecido como Genesis)
  • Lançamento: Outubro de 1988
  • Unidades vendidas: + de 29 milhões
  • Jogos marcantes: Sonic 2, Golden Axe, Streets of Rage e Ecco the Dolphin
  • Emulador: Kega Fusion Ouro

Super Nintendo

Com uma diversidade de jogos disponíveis, incluíndo grandes séries (The Legend of Zelda, Final Fight e Donkey Kong Country), no final de 1990, a Nintendo lança um console que seria, juntamente com o MegaDrive, um marco na história dos games, o Super Nes. E numa tentativa de aumentar as vendas do console, esses eram vendidos juntamente com um cartucho estrelado pelo mascote bigodudo da Nintendo, o game Super Mario World. E para jogar tantos jogos que marcaram essa época, o emulador ZSNES é recomendado, por utilizar da melhor forma os recursos de sua máquina e garantindo uma emulação de qualidade.

Donkey Kong Final Fight
Super Mario World International Superstar Soccer
  • Console: Super NES (também conhecido como Super Famicom)
  • Lançamento: Novembro de 1990
  • Unidades vendidas: + de 49 milhões
  • Jogos marcantes: International Superstar Soccer, Super Mario World, Donkey Kong Country e Final Fight
  • Emulador: ZSNES

NeoGeo CD

A SNK, que há tempos produzia arcades, em 1994 tenta tomar parte do mercado de consoles e lança o NeoGeo CD, versão que utilizava CDs do já existente NeoGeo (que utilizava cartuchos para seus jogos). Possuidor de diversos jogos e de qualidade gráfica muito superior aos consoles da época, o NeoGeo tinha quase tudo para dominar o mercado, exceto pelo alto custo dos consoles.

O NeoGeo deixou um incrível legado, que são diversas séries de jogos de luta, entre elas Samurai Showdown, Fatal Fury, Art of Fighting e The King of Fighters. O Kawaks é um emulador que permite que os jogos de NeoGeo sejam jogados com considerável qualidade de desempenho.

Art of Fighting Fatal Fury
The King of Fighters Samurai Shodown
  • Console: NeoGeo CD
  • Lançamento: 1994
  • Unidades vendidas: + de 4 milhões
  • Jogos marcantes: Art of Fighting, Fatal Fury, The King of Fighters ’96 e Samurai Showdown
  • Emulador: Kawaks

 

Sega Saturn

Também em 1990, a Sega lança o sucessor do MegaDrive, o Sega Saturn, que apesar de possuir bons títulos, acabou fazendo fama fora do Japão, o que levou a uma “morte” prematura desse console. Mesmo assim, não podemos nos esquecer de jogos como Panzer Dragon, Sega Rally, Virtua Cop ou Virtua Fighter e uma tonelada de jogos de RPG baseados em séries de animação japonesa, lançados para o Saturn. Para quem quiser rever esses bons jogos, o Yabause é um emulador que dá conta do recado.

Panzer Dragon Sega Rally
Virtua Fighter Virtua Cop
  • Console: Sega Saturn
  • Lançamento: Novembro de 1994
  • Unidades vendidas: + de 17 milhões
  • Jogos marcantes: Panzer Dragoon, Sega Rally, Virtua Cop e Virtua Fighter 2
  • Emulador: Yabause

Playstation 1

Da mesma forma que o Atari 2600 foi um marco para a distribuição de jogos em cartuchos, o Playstation, lançado em 1994, é um marco para popularizar a distribuição de jogos em CDs, tarefas que outros consoles ainda não haviam conseguido completar.

Com um baixo custo, tanto o console quanto os jogos, e diversos jogos lançados, a Sony conseguiu, de forma fácil e rápida, dominar o mercado de consoles. Isso sem mencionar que o Playstation foi o berço de diversos jogos cultuados na atualidade, como as séries Resident Evil e Silent Hill. O ePSXe Prata é uma boa pedida para quem quiser jogar seus jogos de Playstation, mas não possui o console e não abre a mão de qualidade.

Final Fantasy VII Tekken 3
Resident Evil Silent Hill
  • Console: Playstation (também conhecido como PSX)
  • Lançamento: Dezembro de 1994
  • Unidades vendidas: + de 102 milhões
  • Jogos marcantes: Resident Evil, Silent Hill, Final Fantasy VII e Tekken 3
  • Emulador: ePSXe Prata

Nintendo 64

A Nintendo que há muito tempo não lançava consoles (exceto seus portáteis, como o GameBoy), resolve tentar recuperar parte do mercado, agora dominado pela Sony; em 1996, lança o Nintendo 64. Assim como o Super Nes vinha com um cartucho do jogo Super Mario World, o Nintendo 64 vinha com o game Super Mario 64, que se tornou uma referência em jogos 3D.

Além do Mario 64, outros jogos se tornaram célebres: Mario Party, Goldeneye 007 e o inesquecível The Legend of Zelda – Ocarina of Time. Para quem quer garimpar essa mina de ouro em termo de jogos, o Project64 Bronze é a escolha certa, por oferecer compatibilidade a boa parte dos jogos lançados para o 64.

Goldeneye Mario Party 64
Mario 64 The Legend of Zelda
  • Console: Nintendo 64 (também conhecido como Ultra 64)
  • Lançamento: Junho de 1996
  • Unidades vendidas: + de 32 milhões
  • Jogos marcantes: Mario 64, Mario Party, Goldeneye 007 e The Legend of Zelda – Ocarina of Time
  • Emulador: Project64 Bronze

Dreamcast

Depois do insucesso do Saturn, a Sega usa sua última cartada. Em 1998, o Dreamcast é lançado, demostrando uma qualidade gráfica superior e abrindo as portas para novas possibilidades, como jogar seus games online com pessoas ao redor do mundo. O porco-espinho mais famoso do mundo tem uma de suas maiores aventuras nesse console com Sonic Adventure.

Não esquecendo de mencionar a incrível série de RPG que fez sucesso no MegaDrive e agora ganha sua versão online, o Phantasy Star Online. O emulador nullDC apresenta uma ótima alternativa para simular o útimo console da Sega, propiciando uma alta qualidade tanto gráfica como de áudio.

Dead or Alive Power Stone
Phantasy Star Online Sonic Adventure
  • Console: Dreamcast
  • Lançamento: Novembro de 1998
  • Unidades vendidas: + de 10 milhões
  • Jogos marcantes: Sonic Adventure, Dead or Alive 2, Power Stone 2 e Phantasy Star Online
  • Emulador: nullDC

Playstation 2

Assim como seu antecessor, em 2000, o Playstation 2 populariza uma nova de distribuição de games, em DVDs. Console dono de verdadeiros “best sellers”, o Playstation 2 assegurou o lugar de seu antecessor. Jogos como God of War, Devil May Cry e Resident Evil 4 fizeram a fama desse console. E para quem não tem um Play2 em casa, mas ainda sim quer curtir seus jogos, o NeutrinoSX é uma das soluções, permitindo uma boa emulação do console da Sony.

Devil May Cry Final Fantasy X
God of War Resident Evil 4
  • Console: Playstation 2 (também conhecido como PS2)
  • Lançamento: Março de 2000
  • Unidades vendidas: + de 140 milhões
  • Jogos marcantes: God of War, Final Fantasy X, Devil May Cry e Resident Evil 4
  • Emulador: NeutrinoSX

GameBoy

Nem todos os amantes de jogos podem transportar seus consoles para todos os lados ou dispõem de espaço para um. Para esse problema foram lançados os portáteis, que permitiam a você jogar em qualquer lugar. A Nintendo, em 1989, lança seu primeiro e símbolo de todos os portáteis, o GameBoy (mais tarde apelidado de GameBoy Classic).

O GameBoy passou por diversas tranformações: em 1998, ganhou cores com o GameBoy Color; em 2001, ganhou um incrível upgrade em seus gráficos e som com o GameBoy Advance. Não nos esquecendo que esse portátil foi o precursor de jogos que se tornaram verdadeiros marcos, como o Tetris ou até a série de jogos Pokémon. Quem quiser aproveitar os incríveis jogos do GameBoy, pode utilizar o VisualBoy Advance, que não perde em qualidade para o próprio console.

Tetris Metroid Fusion
Sonic Advanced 2 Pokémon
  • Console: GameBoy Classic/Color/Advance/Advance SP/Micro
  • Lançamento: Abril de 1989 (Classic), Outubro de 1998 (Color), Março de 2001 (Advance), Fevereiro de 2003 (Advance SP) e Setembro de 2005 (Micro)
  • Unidades vendidas: + de 118 milhões (Classic/Color) e + de 126 milhões (Advance/Advance SP/Micro)
  • Jogos marcantes: Tetris, Série Pokémon, Metroid Fusion e Sonic Advanced 2
  • Emulador: VisualBoy Advance

Nintendo DS

Em 2004, a Nintendo lança o sucessor da família GameBoy, o Nintendo DS. Algumas das várias inovações trazidas por esse portátil são suas 2 telas – sendo que uma delas possui sensilidade ao toque, podendo ser manipulada através da ponta do dedos ou com um stylus (uma espécie de caneta que vem juntamente com o portátil).

Diversas séries foram trazidas de seus antecessores, como Pokémon, Mario Kart, The Legend of Zelda; outras séries de sucesso sugiram nesse portátil, como é o caso de Nintendogs. Um dos bons emuladores para esse portátil é o iDeaS, que possui compatibilidade assegurada com diversos jogos já lançados.

Mario Kart DS Nintendogs
Pokémon Diamond The Legend of Zelda - Phantom Hourglass
  • Console: Nintendo DS/DS Lite/DSi
  • Lançamento: Novembro de 2004 (Nintendo DS), Março de 2006 (Nintendo DS Lite) e Novembro de 2008 (Nintendo DSi)
  • Unidades vendidas: + de 96 milhões (Nintendo DS),  + de 75 milhões (Nintendo DS Lite) e + de 2 milhões (Nintenod DSi)
  • Jogos marcantes: Nintendogs, Pokémon Diamond/Pearl/Platinum, Mario Kart DS e The Legend of Zelda – Phantom Hourglass
  • Emulador: iDeaS

 

Fica a dica aí galera!

fonte: http://www.superd.com.br