NGCast 1 – Ghosts ‘N Goblins

Na companhia de Sir Arthur, o cavaleiro de cueca, Carballo, Junix, Diogo Estranho e Rogério Massola tem uma descontraída conversa sobre o universo Ghosts ‘N Goblins.  episodio1 Ghosts and Goblins

Entre demônios, zumbis e ogros, tentamos dismistificar o altissímo grau de dificuldade deste fascinante jogo.

EQUIPE:

CONTATO:

 AGRADECIMENTOS:

  • Bruno Gunter por todo o apoio e conhecimento compartilhado.
  • Luciano Barradas da wda  pelo nova identidade visual do site.
  • A InfoLink por gentilmente hospedar nosso servidor.

Download do episódio 1 – Ghosts ‘N Goblins

  • Regis Amorim

    Muito bom o cast de vcs! Continuem com esse projeto. Só um detalhe: No jogo Demons Crest do Snes, vc joga com o Firebrand que inclusive virou personagem jogável tb no Marvel vs Capcom 3. Abraços

  • cesar arruda

    Nada é melhor que o metal slug de java, kkk.

  • Aslanterna Verde

    Ahh qual foi minha decepção quando infante aluguei essa fita maldita na locadora!!! Hoje é um dos retrojogos que mais aprecio, porém me lembro de ter xingado horrores, pois tinha uns 9/10 anos, jogava muito mal, e não avançava muito nesse jogo, e considerei aquele fim de semana onde aluguei essa fita uma frustração que acompanhou minhas lembranças há muito tempo… Depois virou uma ótima lembrança, pois a tive no console e depois, pude me vingar já na era dos emuladores, onde através das magia dos warlocks digitais pude jogar parte da franquia em um PSP!!!

    Esse jogo é épico!!!

    • Alfredo Jr.

      Obrigado pelo comentário, menino Aslanterna (curti o nick).
      Realmente, como dissemos em nossos programas, existem jogos que não foram feitos para seres humanos. Não duvido que muitos ouvintes compartilham da sua experiência com este clássico. Mais uma vez, valeu pela força e continue nos ouvindo que vem muita coisa boa pela frente! =)

      • Aslanterna Verde

        Ahá… Sim, continuarei… Vcs tem futuro, e gosto muito do tema. Escuto uns podcasts gringos na temática. Eles até são legais, mas infelizmente são muito mal editados. Ter um em português, bem editado, com a mesma premissa é muito bom (o nacional que tinha, e ainda escuto com gosto, caminha hoje em outras searas)!!!

        Agora voltando a GinG, os emuladores surgiram para nos permitir sentir um pouco, pelo menos um pouquinho, o gosto de vencer um jogo feito para mãos e mentes asiáticas (acho que a Seleção Natural beneficia os japas/koreas gamers)… Mesmo que seja a base do save, jamais zeraria esse jogo ni videogame. Diferente do meu maior orgulho, Megaman 2, que zerei no NES em fita original, esse tem password. GinG tem algumas vidinhas e olhe lá… Mas para restar um restinho de orgulho, limitei-me a usar o save apenas como um cheat vida infinita, e usava apenas no início da fase. Sim, sou um retrogamer orgulhoso. Não muito bom, mas orgulhoso. E ainda sim foi um sufoco fechar o jogo!!!

  • Aslanterna Verde

    Oláa NG Casters,

    fui trazido aqui pelo Bruno Gunter, o Tênis Verde, e fiz a meia-meia-meia maratona do cast de vocês!!!
    Como escuto muitos casts, acho que posso emitir comentários pertinentes, e desde já apresento-os: Gostei do trabalho de vocês. Possuem qualidade técnica, aparentemente um bom equipamento de gravação de áudio, e noto que além de experiência com retrogames (como todo gamer com mais de 25 anos de idade), têm paciência e habilidade para pesquisar e discutir informações que cercam a temática escolhida.
    Devo admitir que não apreciei totalmente o episódio, mas não se chateiem. Estão começando, e ainda vão desenvolver um melhor entrosamento e uma identidade de locução, que decerto irá contribuir para que esse podcast se torne muito promissor. Vejam os primeiros episódios de grandes podcasts como o antigo Wergeeks (hj Ultrageek), e verão que a experiência traz uma bela evolução, que torna o programa cada vez mais atraente… Vcs têm potencial para crescer, é só apostar…

    Podem espiar o Podtrash do Gunter, que também foi assim, e hoje é um dos meus prediletos!!!

    De cara sugiro que invistam num feed e em portais agregadores de podcasts, como o Youtuner e o Podflix. Existem vários podcasteiros que catam novos podcasts para conhecer, e acompanham mais de 20 títulos semanais, e ferramentas como essas permitem que os títulos que acompanhamos não caiam no esquecimento!!!

    Ah, tentem planejar a escolha dos temas, e evitem queimar pautas quentes logo de início, trazendo no momento games nostálgicos, mas menos pops. Pessoal vai me matar mas, acho que um MegaMan, Mario/Super Mario, Street Fighter e Pitfall são episódios especiais a serem lançados em momentos pontuais (tipo de 5 em 5, ou frequência maior, caso consigam, e espero, se estabelecer bem).

    Torço por vocês e já estão na minha lista de podcasts que acompanho. Meus próximos comentários serão relativos ao cast em questão!!!

    Sucesso!!!

    • Obrigado pelas considerações! Não sabe o quanto nos deixa feliz da vida 🙂
      Gunter nos deu muita força e apoio ao nosso trabalho e por isso só temos a agradecer a ele e ao Podtrash!
      O que fazemos é somente trazer os nossos bate-papos “gameisticos” para os microfones e isso tem nos trazido um retorno da galera que a gente mesmo nem esperava.
      Pode deixar que suas considerações foram vistas e muitas delas já pomos em prática!
      Logo teremos mais novidades por aqui!

      Muito obrigadissimo!

  • Jorge Lima

    Achei o cast mt foda!
    Agora, diga-se de passagem criticar MEGAMAN pq ele não pode atirar pra cima é palhaçada!
    Nos jogos de hoje, há quem diga, por exemplo, que um dos melhores jogos é God of War. E convenhamos: é ridículo que o cara que invade o Olimpo e desce a porrada nos deuses tenha dificuldades em abrir portas… tenho dito!

  • Almighty

    Falae pessoal, beleza?

    O podcast ficou legal, gosto muito de games, inclusive os velhos clássicos. Nunca joguei o GnG no fliperama, mas imagino a frustração da molecada da época.

    Abraço!

    • Valeu Almighty! Esse jogo era fez história e deixou muita gente pobre! Seja bem vindo ao NG Cast!